O motor é uma peça que precisa de movimento, a inactividade prejudica peças como bielas e pistões que têm seu funcionamento baseado na redução de atrito pelo óleo lubrificante. Quanto mais parado fica o carro, menor a capacidade deste óleo fazer redução de atrito. Máquina parada por muito tempo causa o ressecamento e o posterior travamento das partes móveis. E não é só o motor, a suspensão e o sistema eléctrico também podem sucumbir.

Partes que podem ser prejudicadas
1. Amortecedores – a peça possui óleo na sua estrutura que pode sucumbir se não for usada.
2. Rolamentos – todo rolamento consiste em partes metálicas e lubrificação. O movimento ajuda a manter a parte metálica saudável. Caso você não use o carro, esse rolamento pode travar!
3. Homo cinética – é uma das peças mais críticas da suspensão dianteira. É um rolamento que permite tracção com a roda em curva. A falha nessa peça deixa você na mão! E a falta de uso pode secar a lubrificação presente no sistema constituído de bílias.
4. Arrefecimento – não usar o carro por muito tempo faz a bomba de água não rodar. É o líquido de arrefecimento que faz a sua lubrificação. Grandes chances de ligar o carro e haver vazamento deste líquido. Além disso, a falta de uso resseca as mangueiras, o que provoca super aquecimento subsequente.
5. Sistema eléctrico – ele também sofre. Afinal, a bateria perde a carga quando fica muito tempo sem actividade. Além disso, a falta de uso cria chatices nas conexões eléctricas, alimentando isolamento em conexões importantes, como as velas de ignição, e fios do alternador.
6. Combustível e injecção – a gasolina, ou qualquer outro combustível presente no tanque têm prazo de validade. O envelhecimento provoca a perda de capacidade de combustão. Além disso, os bicos injectores quando não usados podem queimar e até mesmo adquirir vazamentos.

O ideal é ligar o carro ao menos uma vez por semana.